Idiomas:

O Mercado da Lingüiça Frescal no Brasil

No Brasil, a linguiça frescal é um dos produtos cárneos mais consumidos. Do total da produção brasileira, 65 % é dirigida ao mercado interno em forma de produtos industrializados, sendo que as linguiças representam 42% desse mercado e, o segmento das linguiças frescais, 60% do mercado total de linguiças. Várias pesquisas têm sido realizadas com este derivado cárneo, visando à busca por melhorias no rendimento, redução de custos das formulações e garantia das propriedades funcionais específicas. Uma alternativa é a utilização de proteína texturizada de soja. As proteínas da soja, nas formas de farinha, concentrados e isolados, vêm sendo bastante utilizadas nos produtos convencionais e muitas de suas propriedades podem ser empregadas em produtos cárneos com baixos teores de gordura, como o caso de linguiças com carnes magras e sem acréscimo de gordura. Além da viabilidade tecnológica, a utilização da proteína de soja na elaboração de produtos possibilita o apelo funcional, uma vez que o público desses alimentos é cada vez maior.

03/12/2014